quarta-feira, 18 de abril de 2018

A Super Copa Pioneer 2018 esta daquele jeito: a-fu-ni-lan-do!

No próximo final de semana (22/04) acontecerá as quartas de final da competição no CDC Parque Dorotéia.

Muita água já rolou na competição, alguns favoritos caíram e outras surpresas estão aparecendo na área. Mas agora apenas oito guerreiros permanecem na disputa da orelhuda.

Todos o jogos serão realizados no domingão, começando por MEC Vila da Paz e Katados do Jardim Iporanga . Será uma espécie de clássico da região de Interlagos/Grajaú, já que os times são daquela área. O jogo é a abertura das quartas de final, as 11h00 da manhã.
O MEC ou Mocidade Esporte Clube, vem bem na copa, surpreendeu, já que não era um dos favoritos do seu grupo e se classificou em segundo lugar. Venceu na fase de grupos por exemplo o grande Turma do Baffô do Jardim Clímax e foi chegando. Tem uma equipe bem entrosada no meio campo, com uma defesa boa e um ataque esforçado e rápido. Já o Katados pode-se dizer que é uma das sensações da copa, já que esta invicto até o momento. A verdade é que o Katados esta numa fase ótima com um  time certinho. É a segunda melhor defesa, só tomou três gols e o ataque também é de respeito, entre os quatro melhores da competição. Caiu num grupo relativamente fácil e se classificou em primeiro. Nas oitavas pegou os companheiros de bairro Ouro Preto e venceu nos pênaltis.






As 12h40 é a vez de Pau no Gato da Fazendinha e Existente do Jaçanã. O Existente vem muito bem na competição e esta embalado desde que foi campeão da Copa Nove de Julho em 2017. A torcida do Existente é a Bicho Papão estará em peso no batuque e nas bandeiras. Mas no futebol tudo é possível, por isso é apaixonante né.  O Pau no Gato já mostrou sua força no ataque, mesclando jogadores jovens com peças mais experientes, é o Gato Loko esta afiado.  Será um desafio e tanto para o Pau no Gato descarrilar a locomotiva ou "trem das onze" do Jaçanã. É a Zona Sul x Zona Norte. Mas são dois times de duas torcidas que comparecem e agitam as arquibancadas, será uma disputa dentro e fora de campo. 





Depois as 14h10 o atual campeão Moleque Travesso do Jardim Planalto, tenta dar mais um passo rumo ao bicampeonato. Mas pra isso se concretizar não será tão fácil, terá que passar pelo Nacional de Caieiras. O Moleque esta com a base do ano passado, a maior mudança foi no gol, com a saída do ótimo Michel, do autor do gol do título Douglas que foi para o exterior e na dupla de ataque apelidada de “torres gêmeas”, que era formada por Jo e Nigéria. Mas entraram peças a altura; por exemplo o goleiro Bocão, o meia Buia e o atacante Diegão estão suprindo essa falta da melhor forma possível. O Nacional mesmo situado fora da capital paulistana faz uma logística certinha pra poder fazer uma boa participação. Tem jovens valores como o goleiro Rodrigo, os atacantes Thiago e Sapão e os meias Gerson e Bodão. Sem contar que os irmãos Assunção (Fabiano e Marcos) estão inscritos e podem a qualquer momento pintar e fortalecer o elenco.






Pra fechar as quartas de final as 15h30 um clássico de bairros que ficam próximos, o 7 Praias pouco antes de Eldorado e o Favela ali da Vila Guacuri. O 7 Praias é a surpresa da competição, primeira participação e ainda era um time que estava com as atividades futebolísticas hibernando e recomeçaram esse ano. Outro detalhe positivo, o técnico é o vencedor Marquinhos que já esteve a frente do Pioneer Futebol Clube e alguns jogadores também já atuaram por lá. Em comum além da região, os diretores João e Zoio, que assumiram esse ano o 7 Praias, a dupla estava na campanha do ano passado no Favela. O Favela esta invicto na copa e embalado, tanto que nos dois últimos jogos venceu por goleada (4 a 1 no Vila Remo e 3 a 0 no Renascente). Erick o presida do Favela esta firme direcionando sua força de vontade aos seus comandados. Tecnicamente as campanhas estão bem equilibradas e a sorte esta lançada rumo a semifinal.







Reportagem: Marcelo santos Costa e Eduardo Lima

terça-feira, 17 de abril de 2018

MEC Vila da Paz passa pelo Palmeirinha de São Bernardo


Agora o time esta nas quartas de final do campeonato

Fechando a rodada das oitavas de final geral da 3ª Super Copa Pioneer 2018, o confronto foi entre as equipes do Mocidade Esporte Clube da Vila da Paz e o Clube Atlético Palmeirinha de São Bernardo do Campo. A partida que aconteceu no campo do CDC Doroteia terminou em 2 a 0 para o MEC.



A campanha do Palmeirinha era de cinco jogos, duas vitórias e três empates. Já o MEC vinha de quatro vitórias e um empate. Ou seja dois invictos em campo lutando palmo a palmo pela vaga.

Detalhe do destino verde, já que o MEC havia eliminado no ultimo jogo um outro Palmeirinha, o da Vila Missionária por 1 a 0.

A partida começou bem truncada, com o MEC entrosado no meio campo e procurando fechar bem os espaços.


O Palmeirinha criava, mas também se preocupava lá atrás, sempre atento as jogadas do ataque adversário.

No fim do primeiro tempo num contra-ataque bem encaixado saiu o primeiro gol do MEC e foi dele, o meio campista Dodo. Na jogada ele recebeu o lançamento, alcançou a bola e sozinho bateu pra vencer o goleiro Igão, gol do MEC 1 a 0 no Palmeirinha.


E no segundo tempo o MEC ampliou o marcador na bola parada, cobrança de escanteio e Henrique de peixinho, no primeiro pau fez o gol, MEC 2 a 0.

Ao Palmeirinha restava ir pro tudo ou nada e se lançou no ataque tentando fazer o gol pra dar um animo no time. Mas parou nas boas defesas do goleiro Alessandro, que fechou o gol. Agora o MEC já esta garantido entre os oitos melhores da 3ª Super Copa Pioneer 2018, mas o time tem condições de ir mais além.


Com a boa vitória o Mocidade da Vila da Paz se classificou para as quartas de final e vai encarar o Katados do Jardim Iporanga. Jogo no CDC Dorotéia as 11h00, alias pode-se dizer que é uma partida regional, pois Katados e MEC são daquela região onde fica o autódromo de Interlagos.





Reportagem: Eduardo Lima – Edição: Marcelo Santos Costa.

Jogo definido no finalzinho entre Pau no Gato e Vira Copos


Com gol aos 33 minutos do segundo tempo Pau no Gato avança as quartas


Jogando pelas oitavas de final geral da 3ª Super Copa Pioneer 2018, a equipe do Pau no Gato da Fazendinha bateu por 1 a 0 o Vira Copos FC de Pirituba e se classificou para as quartas de final da competição.



Sempre dando show na arquibancada a torcida do Gato Loko do Pau no Gato fez a festa com a classificação do time. Teve uma parada dura pela frente, o Vira Copos que só tomou o gol no fim do segundo tempo.

Em comum entre as equipes a cor amarela e as boas campanhas, O Vira Copos tinha em cinco jogos duas vitórias, dois empates e uma derrota, já o Pau no Gato vinha de cinco jogos com quatro vitórias e uma derrota.


No primeiro tempo o jogo começou fechado, bem truncado no meio campo, o Pau no Gato com a posse de bola e a equipe do Vira Copos bem na defesa suportando a pressão.

Já no segundo tempo o Pau no Gato voltou melhor no ataque, tendo algumas chances nos contra-ataques que poderiam ter acontecido o gol.


Mas o gol salvador saiu aos 33 minutos num ataque bem encaixado pela direita quando Leo Cabelo fez ótima jogada e cruzou. Na espera estava Renatinho, ele acertou um lindo chute de primeira. A bola entrou no cantinho do goleiro Júlio Cesar que sem reação só ficou olhando a bola morrer no fundo do gol, Pau no Gato 1 a 0 Vira Copos.

E quase o Vira Copos empatou a partida, Pardal recebeu passe e arriscou da entrada da área a bola foi no cantinho o goleiro foi buscar fez excelente defesa espalmando pra fora, e evitando o gol de empate.


Com a vitória o Pau no Gato vai encarar a equipe do Existente do Jaçanã por uma vaga na semifinal da competição, no dia 22/04 as 12h40 no CDC Parque Dorotéia.





Reportagem: Eduardo Lima  - Edição:  Marcelo Santos Costa

Favela Guacuri vence o Renascente com casa cheia


O Favela jogando no Parque Dorotéia se sente em casa

Domingo (15/04) jogo das oitavas de final geral da 3ª Super Copa Pioneer 2018. A equipe do GR Favela do Jardim Guacuri se classificou após bater por 3 a 0 o Esporte Clube Renascente do Jardim Umuarama.



Com a arquibancada em festa a torcida do Favela representou e o time correspondeu dentro de campo dando de presente a vitória.

Jogo bem disputado, as duas equipes procurando o gol, pelo lado Favela um ataque rápido com Du Bala, Wallas e Romarinho que sempre dá trabalho para as defesas adversarias. Já o Renascente sempre bem defensivamente e apostando no meio campista Emerson que em boa fase assustou com bons chutes a gols, levando perigo ao goleiro Leo.

O gol do Favela saiu na cobrança de pênalti, o atacante Romarinho foi derrubado dentro da área. Ele mesmo pegou a bola, chamando a responsabilidade e bateu firme sem chances para o goleiro Gui, gol do Favela 1 a 0.


Na sequencia do jogo, uma cobrança de escanteio na área do Favela, na disputa pelo alto na hora de subir Paulo Vitor foi empurrado. O time do Renascente pediu pênalti, o arbitro da partida não marcou gerando protestos a beira do campo.

No segundo tempo o Renascente precisava de gol e voltou mais agressivo e quase empatou a partida. O meio campista Emerson recebeu passe e arriscou o chute de fora da área, a bola explodiu no travessão. No rebote o próprio Emerson chutou de voleio e a bola passou raspando a trave e saiu.

O segundo gol do Favela foi depois da cobrança de falta do lateral esquerdo Valter. A zaga do Renascente ficou olhando Wallas de calcanhar fazer o gol, Favela 2 a 0 no Renascente.


Mesmo com o segundo gol tomado o Renascente foi pra cima e novamente o time pediu pênalti. A reclamação agora era que o zagueiro do Favela tirou a bola com a mão dentro da área, protesto geral em cima do arbitro Junior Santos pela não marcação.

E no fim do jogo no contra-ataque o Favela fez o terceiro gol, Jhow recebeu livre, leve e solto e mandou a bomba. O chute forte foi sem chances de defesa para o goleiro Gui, Favela 3,  Renascente 0, dando números finais a partida.

O Favela fará no dia 22/04 o clássico local com a equipe do 7 Praias no CDC Parque Dorotéia, vale vaga na semifinal da competição.





Reportagem: Eduardo Lima  - Edição: Marcelo Santos Costa

7 Praias vence a Seleção Missionaria e vai para as quartas de final

Destaque pro atacante Melancia que marcou os dois gols da vitória 


Jogando pelas oitavas de final geral da 3ª Super Copa Pioneer 2018 a equipe do 7 Praias bateu por 2 a 1 a Seleção Missionaria, a partida aconteceu no campo do CDC Doroteia.

Dia molhado e campo idem mas tudo começou sem retranca com as duas equipes querendo resolver a parada de uma maneira... indo pro ataque!



O 7 Praias com um bom toque de bola chegava fácil na área adversária, já a Seleção Missionaria estava bem postada na defesa, quando tinha a bola em sua posse sempre levava perigo ao gol do goleiro Celso.

O primeiro gol foi do 7 Praias e saiu depois de uma jogada de toque de bola, o meio campista Matteus recebeu na esquerda, com boa visão de jogo virou na direita para Júlio Cesar que inteligente só ajeitou de cabeça para Melancia. O atacante já virou soltando a bomba, sem chances para o goleiro Carlos, golaço e placar de 1 a 0 para o 7 Praias.



E no segundo tempo o 7P ampliou o marcador e novamente com o atacante Melancia. Ele foi acionado na esquerda, saiu sozinho e bateu rasteiro tirando do goleiro Carlos, 7 Praias 2 a 0 na Seleção Vila Missionaria.

Para a Seleção da Vila Missionaria restava ir para as cabeças e foi com tudo no ataque conseguindo diminuir o placar. Jogada na direita com Kuka, ele bateu cruzado e já dentro da área o atacante Cabeção empurrou  pro fundo da rede.


Com o gol sofrido a equipe do 7 Praias tratou de se fechar na defesa, aguentando a pressão e levando o resultado positivo ate o fim da partida.

Agora nas quartas de final outra pedreira para a equipe do 7 Praias, vai encarar o GR Favela Guacuri, jogo no domingo (22/04) as 15h30 no mesmo CDC Dorotéia.

Detalhe que os atuais diretores do 7 Praias, João e Zoio, ano passado estavam a frente do Favela, ou seja, a briga pela vaga na semifinal vai ser boa e cheia de temperos adicionais.






Reportagem: Eduardo Lima – Edição: Marcelo Santos Costa


Nacional vence apertado por 1 a 0 o Brasília


O time segue firme e avança até as quartas de final

O Esporte Clube Nacional de Caieiras avançou para as quartas de final da 3ª Super Copa Pioneer 2018 após bater por 1 a 0 o Brasília FC do Jardim São Luiz, a partida foi valida pela oitavas de final da competição.



Jogo bem disputado, o Brasília era um pouco mais favorito pela campanha até o momento, cinco jogos , quatro vitórias e um empate. O Nacional tinha em cinco jogos, quatro vitórias e uma derrota.

Começo de primeiro tempo e o time do Jardim São Luiz com um bom toque de bola, sem pressa, fazendo a redonda ir de pé em pé.


As melhores chances saíram dos pés do maestro Rogerinho, nas perigosas cobranças de falta mas o goleiro Rodrigo bem na partida pegou todas.

E pelo lado do Nacional a melhor chance foi também na bola parada, na cobrança de falta o volante Fá bateu e a bola explodiu no travessão do goleiro Hugo, quase gol do Nacional.

Já no segundo tempo o Nacional fez o gol aos 19 minutos, o atacante Bodão recebeu passe na esquerda, teve a liberdade de dominar e cruzar para Maycon. Na pura calma, Maycon teve tempo de dominar com a direita e bater chapado, fazendo o gol, Nacional 1 a 0 no Brasília.



Com a pequena vantagem no placar o Nacional começou a jogar no contra-ataque, já o técnico Robson do Brasília tentou de tudo, mexeu no time e não conseguiu empatar a contenda.

Agora o Nacional tem o desafio de confrontar-se com o atual campeão, o Moleque Travesso, valendo vaga na semifinal da competição. Jogo no dia 22/04 as 14h10 no CDC Parque Dorotéia.




Reportagem: Eduardo Lima – Edição: Marcelo Santos Costa



Clima de revanche e o Moleque Travesso leva a melhor em cima do IDM de Osasco


Empate sem gols e a decisão foi nas cobranças de pênaltis

Fechando a rodada de sábado das oitavas de final geral da 3ª Super Copa Pioneer 2018 um confronto de mata mata. E após o empate sem gols deu Moleque Travesso do Jardim Planalto por 5 a 4 contra o Ilha da Madeira de Osasco.



Jogão de bola entre Moleque Travesso e IDM que jogaram de corpo e alma, duas equipes sempre procurando o gol, sem retranca e sem ponta pé. Poderíamos até dizer que essa partida era digna de uma final de campeonato.



No primeiro tempo jogo bem disputado onde o Moleque quase abriu o placar, bola na área e o atacante Digão cabeceou e a bola passou raspando a trave do goleiro Bolivia e saiu em tiro de meta.

Pelo lado do IDM na tabela bem feita chegou fácil no ataque e um dos artilheiros da copa, Alan, saiu sozinho, quis dar um chutão e acabou perdendo o gol feito.

Já na segunda etapa um jogo aguerrido, mas todo mundo muito na cautela esperando o momento certo para o ataque.


No ultimo lance do jogo falta perigosa pro Moleque Travesso e Diego Bistafá bateu bem.  A bola fez a curva e passou tirando tinta do travessão, o goleiro Bolivia tirou com os olhos essa.

E nas dramáticas cobranças de penalidades brilhou o goleiro Bocão do Moleque Travesso que pegou uma cobrança e garantiu a vaga pra semifinal. O Moleque Travesso vai enfrentar na semifinal a sensação da fase eliminatória, o Nacional de Caieiras, domingo 22/04 as 14h10, no CDC Dorotéia. Sempre lembrando que fica no ar a participação do Marcos Assunção ex-Santos, já que ele esta inscrito pelo time de Caieiras na competição.





Reportagem Eduardo Lima - Edição Marcelo Santos Costa